A LUA AZUL ILUMINOU O THEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO NUMA BRILHANTE GALA LÍRICA. CRÍTICA DE ALI HASSAN AYACHE NO BLOG DE ÓPERA E BALLET.


 Daneila Dessì e Fabio Armiliato - Foto Internet

   Quando chamo um casal de amigos para assistir a um evento lírico no Theatro Municipal de São Paulo a primeira coisa que a mulher pergunta é : Que roupa devo usar?  Existe no sub consciente das pessoas a ideia que  recital lírico ou ópera exigem roupas formais. Pura bobagem, as pessoas vão com roupas normais , do dia a dia. Alguns gostam de vestir trajes formais, o problema é deles.
   Textos sobre música clássica e ópera são geralmente chatos e tediosos, parece que o mundo erudito exige  uma formalidade chata. Regra que não esta escrita em lugar algum, eu procuro fazer textos informais e descontraídos. Quando o Theatro Municipal de São Paulo informa no programa "Gala Lírica" as pessoas imaginam um evento cheio de formalidade, o teatro alimenta a lenda. Eu não caí nessa , usei o traje de sempre.Formalidades a parte , vamos ao que aconteceu de melhor nessa Gala Lírica.
   A Orquestra Sinfônica Municipal regida por Abel Rocha recebeu dois grandes cantores da lírica mundial: Daniela Dessì e Fabio Armiliato. Um programa recheado de belas árias, duetos e aberturas de ópera, baseado em compositores do romantismo italiano do século XIX, Verdi, Bellini, Giordano e Puccini. Podem falar tudo de Abel Rocha , alguns não gostam de sua administração como diretor do teatro, mas de ópera o homem entende. Fez uma bela regência em um programa variado , conduziu com precisão com uma sonoridade operística.
   Não dou a mínima para a fama do tenor Fabio Armiliato. Sua participação no filme Para Roma com Amor do famoso diretor Woody Allen lhe rendeu elogios e renome internacional. Tenor bom eu conheço desde a primeira nota, sua voz apresentou força e clareza na emissão das notas. Uma técnica impecável, agudos sólidos e sustentação extrema das notas.  Mesmo em um concerto ele atua nas árias e duetos.Um tenor que não foge, não se acovarda e parte pra cima. Uma aula de canto.

   Fabio Armiliato com Woody Allen- foto internet
   Sua esposa, o soprano Daniela Dessì é uma deusa. Sua voz é arrepiante, fica complicado pensar em um adjetivo para definir tamanha qualidade vocal. Lirismo puro unido a técnica impressionante . Uma voz que emociona em todos os registros, agudos límpidos, médios ricos. Enfrentou um repertório variado ,um soprano que merece estar na posição de um dos melhores do mundo. Após sua terceira troca de roupas , um espectador mais exaltado gritou "Bellísima" . Ela agradeceu com um farto sorriso, concordo com ele, além da voz a italiana é portadora de uma grande beleza. Seios fartos que me fazem lembrar a Espanha, o espanhola!
   Os aplausos efusivos levaram a dois bis, clima de descontração e simpatia. Chamaram o público para os acompanharem no Brindisi da ópera La Traviata de Verdi . Tenho que elogiar mais uma vez a bela iniciativa do Projeto Grandes Vozes dirigido por Paulo Abrão Ésper,  a lista de grandes nomes que cantaram em São Paulo é enorme e todos eles ensinaram e acrescentaram ao canto lírico nacional.
Ali Hassan Ayache

Título do texto de autoria de Regina Salvato.





   

Comentários

  1. Embora não tenha assistido, expresso parabéns apaixonados aos Cantores, tal o colorido e alcance irradiados por Ali Hassan Ayache!!
    Teruko Okagawa Monteiro, admiradora de canto lírico - Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  2. O título de sua crítica é perfeito para definir essa noite, parabéns a Regina Salvato pela síntese perfeita. E sua crítica muito assertiva. Excelente. Fabio, Daniela e a OSM de Rocha fizeram dessa noite uma das mais ricas que tive oportunidade de assistir.
    O garoto, autor do "belissima" e de todos os "bravos" estava sentado quase ao meu lado e sua empolgação era a de todos nós.
    Abraços
    Taís

    ResponderExcluir
  3. Belíssimo comentário. Fiz uma cópia e coloquei no comentário que sempre faço, nem sempre para publicar, mas para guardar no meu acervo e que no futuro serve como história.
    Gostaria de seguir seus comentários.Melhor pelo meu e-mail particular vovoneuza@gmail.com.br

    ResponderExcluir
  4. Por que voces criticos acham que sempre os cantores internacionais tem as melhores tecnicas? parem de puxar o Saco! abram os olhos! valorizam as coisas ja ultrapassadas!!!!
    O Armiliato sofre graves problemas tecnicos ha anos e tenta sempre de aprimorar sua tecnica imperfeita... canta de fibra com "FORZA" isso nao é tecnica!
    e publica ai senao eu vou denunciar o seu site por ocultar os comentarios!

    Reinaldo Lima de Oliveira
    Mestre em canto Universidade de Guadalupe

    ResponderExcluir
  5. Quem dera todos os cantores tivessem problemas técnicos e cantassem como o Armiliato. Talvez o mestre em canto da Universidade de Guadalupe, pudesse dar um curso de como realizar uma carreira brilhante nos maiores teatros do mundo com estes problemas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário